Carta aos pais

O meu filho

Caros pais,

Os vossos filhos são fantásticos, talentosos e têm dons que estão a descobrir.
Os jovens muitas vezes vêem-se perdidos na imensidão dos seus pensamentos e têm dificuldade exprimir o que lhes vai na alma. Pensam que as outras pessoas percebem o que estão a pensar, que não é preciso dizer nada e que entendem os problemas deles. Sabemos bem que isso não é verdade, a realidade de cada um é criada pelo próprio, somente por ele. Quando têm problemas, a falta de controlo e inteligência emocional trava uma luta com a mente. Sentimentos de fracasso levam a um turbilhão de maus pensamentos que travam a possibilidade do jovem estar na aula atento e a capacidade de assimilar o que lhe é ensinado, por exemplo.

É muito importante os pais apoiarem os filhos, no sucesso e no insucesso.

Como podemos ajudar, o que podemos fazer? Perguntam bem. É um sinal de interesse, no vosso desenvolvimento pessoal mas também no deles. Também sei que fazem quase tudo o que podem e está ao vosso alcance e por isso são bons pais.

GirlO primeiro ponto tem a ver com o descanso, como é o sono do seu filho, quantas horas dorme e descansa.
É muito importante uma boa noite de sono, claro que não se mudam hábitos de um dia para o outro mas, e se começar por dormir mais 10/15 minutos por dia, tenho a certeza que já ajudava.
Esteja atento à forma como fala com os seus filhos, utilize palavras positivas, diga simplesmente o que quer dizer. Muitas vezes os pais queixam-se e atacam os filhos, dou um exemplo – és preguiçoso! Tem a certeza que quer um filho preguiçoso? Então mude! O que lhe pode dizer, qual a palavra que pode usar para ele se motivar?

Procure que o seu filho tenha um objectivo. Eu sei que estudar é um objectivo, mas será que é para ele? Aqui entramos num campo em que o que parece um objectivo pode estar longe na expectativa de cada um, é um objectivo mas não é o objectivo dele.
Como pode um jovem estudar se não tem esse objectivo dentro de si.
Fale com o seu filho, quando os filhos são vários é preciso criar espaço para falar e dar atenção individual a cada um, procure combinar um passeio especial, um dia com um, outro dia com outro, para o ouvir e esteja atento.

Fale com o seu filho, para ele saber que aquele tempo é só para ele e é muito importante!
Eu sei que tem falta de tempo, que a sua vida está complicada, que o seu trabalho, blá, blá, blá…

Outro ponto importante é a responsabilidade.
Cada um tem responsabilidade sobre si próprio, pelas suas decisões, pelo seu comportamento, por tratar com respeito os outros, por tratar bem o seu material da escola, tratar a roupa, arrumar o quarto, ajudar em algum assunto em casa. Clarifique com o seu filho as coisas que são da responsabilidade dele.

FilhoteÉ engraçado quando eu pergunto quem é que é responsável por o comportamento deles a primeira resposta é sempre que são os pais, só depois percebem que a responsabilidade é deles!
Dê atenção ao seu filho, dê-lhe carinho e ajude-o a ter responsabilidade.

Hoje abrace o seu filho, diga-lhe o quanto o ama e que ele pode sempre contar consigo.

Anúncios

Deixar um comentário

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s