10 mentiras que deves parar de te dizer, agora mesmo

10 mentiras
A mente é realmente mágica. Muitas vezes apresenta uma ilusão tão real que nós nem sequer paramos para considerar se é verdade ou não. Quando nós nos definimos pelas nossas projecções (projeções criadas pelas nossas mentes – aquela mesma mente complicada que gosta de nos mentir constantemente) , ficamos imersos na ficção que já sabemos que são baseadas em medos , lógica, condicionamentos e hábitos.

A toda a hora estamos a limitar o nosso verdadeiro potencial.

Está na hora de examinar a tua mente e perguntar-te a ti mesmo: “Que mentiras estou dizer-me que me estão a prender?” Deixo aqui uma lista de 10 coisas a que tu deves estar atento e evitar, para te tornares numa versão mais feliz de ti mesmo.

1 . Tu és os teus sentimentos – tu és os teus pensamentos.

Quando estás embebido(a) por uma emoção poderosa, podes senti-la em cada fibra do teu ser. Mas será realmente verdade? Será que somos as nossas emoções?

Se nós fôssemos os nossos sentimentos ou pensamentos , quando estes desaparecem, deveríamos desaparecer também. Mas não. Pensamentos, sentimentos e emoções desaparecem como uma tempestade que está de passagem. Eles não são tu!

2 . Os riscos não valem a pena.

Muitas pessoas estão em busca de segurança mas a realidade é que nunca ninguém irá atingi-la, dada a certeza da incerteza. Todos vivemos num constante estado de mudança. Então, quer se jogamos pelo seguro, quer se correr riscos, o resultado nunca é garantido.

Faz escolhas que te coloque acima de tudo e acima de todos. Até mesmo teus entes queridos. Afinal, se tu não cuidares de ti mesmo(a), os teus relacionamentos acabarão por sofrer.

3 . A felicidade está ligado ao sucesso material.

Não podemos comprar felicidade. As coisas na vida que realmente nos fazem felizes são sempre gratuitas: o amor, o riso, o momento presente, a bondade, a aceitação, a gratidão e a compaixão.

4 . Tu és gordo(a), feio(a), baixo(a) ou burro(a).

Haverá sempre alguém mais esperto(a), mais engraçado(a), mais bem-sucedido(a) ou mais bonito(a). Nunca vais viver de acordo com as projecções que tu procura. Lembra-te que a vida é impermanente, por isso, colocar a tua auto-estima na cesta das aparências físicas irá sempre deitar-te abaixo. Pára de te preocupar porque a única coisa que vais conseguir é ter de enfrentar uma luta sem fim a tentar manter algo que estará sempre fora de alcance.

culpa5 . Tu és uma vítima, ou a culpa nunca é tua.

Pára de ser a vítima. Existe mais alguém realmente responsável pela forma como tu te sentes por dentro? Todos nós gostamos de culpar; como é conveniente nós muitas vezes ignorarmos a nossa própria responsabilidade nos nossos relacionamentos.

Aceitando a culpa irá melhorar a tua credibilidade, aumentará a tua aprendizagem, solidificará os teus relacionamentos e irás ser digno(a) de confiança. Isso irá dar-te força e não enfraquecer-te .

6 . Tu não precisas dos teus amigos.

Muitas vezes as tuas amizades passam para segundo plano enquanto tu dás prioridade para outras coisas importantes para ti, como os teus filhos ou o teu trabalho mas dizer a ti mesmo que tu não precisas de fazer um esforço para manter essas relações de amizade é um grande erro.

Os amigos são bons para a tua saúde. Os amigos podem-te ajudar a celebrar os bons momentos e dar apoio durante os tempos difíceis . Amigos ajudam a evitar a solidão, a aumentar a felicidade, a reduzir o stress e a dar-te companhia.

7 . O passado decide o futuro.

Pára de tentar agarrar-te ao passado e de te culpar por algumas acções passadas. Todos nós cometemos erros. É a nossa forma de aprender só que tu não és os teus erros. O passado já foi e continuar a habitar lá só irá retirar alegria ao presente. Esta é a tua vida, agora mesmo!

8 . Tu estás sozinho(a).

Quando te sentires solitário(a), triste ou magoado(a) podes acreditar erradamente que estás sozinho, que mais ninguém nunca se sentiu tão em baixo quanto tu. A realidade é que todos nós, em todo o universo, num momento ou outro, sentimos exactamente essas emoções. Só porque tu não consegues sempre ver a ligação não significa que ela não esteja lá, por isso, procura conforto na nossa interdependência.

9 . Tu tens de ser perfeito(a).

Encontra o equilíbrio entre fazer um bom trabalho e ter obsessão. O perfeccionismo provoca stress desnecessário, pessimismo, obsessão, culpa, e a lista continuava. Lembra-te que tu és apenas humano. Enfrenta a vida como uma brincadeira de luz. Pára de te levar sempre tão a sério.

10 . Tu tens de te preocupar com tudo.

É verdade que a preocupação nos tira a alegria. Podemos acabar com o sofrimento? Eu acho que sim, se pudéssemos perceber que todo o nosso sofrimento vem dos nossos próprios sentimentos desagradáveis. E se nós mudássemos as nossas reacções e pensamentos para os problemas externos. Basta perguntar-te a ti mesmo, e se? Abrir-se-á todo um novo mundo de possibilidades.

Reconhece os teus pensamentos e não tenhas medo de os questionar e redefinir.

Cada ser é único

adaptado de um artigo de Tina Williamson
Anúncios

Deixar um comentário

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s