Como descobrir a tua paixão

A tua paixão!

O que é que tu És? O que é que desejas Ser? O que é que te tira o sono e te faz sentir alegria, borboletas na barriga, te faz estar acordado a fazer até não aguentares mais de cansaço? Que tipo de situação seria ideal para que te sentisses realizado?

Seguir a tua paixão pode ser uma coisa muito difícil. Mas descobrir qual é a tua paixão pode ser ainda mais evasivo e difícil.

Eu tenho sorte – eu descobri a minha paixão, e estou focado e orientado para não a largar nunca mais. Posso testemunhar que é das coisas mais maravilhosas, ser capaz de ganhar a vida (ou pelo menos fazer por isso) a fazer o que mais amamos.

Este é um pequeno guia para te ajudar a começar a descobrir o que tu mais queres fazer. Acaba por ser um dos desafios mais comuns de muitas pessoas. Esta será a única coisa que te vai fazer ficar motivado para sair da cama de manhã, a pensar: “Eu sinto-me vivo!”.

Este guia não vai encontrar a tua paixão por ti mas pode ajudar-te na tua jornada para encontrá-la.

Vamos fazer uma pequena lista:

1 . Em que é que tu és bom (ou boa, obviamente)? A menos que estejas apenas no começo da tua vida, tu tens alguma habilidade ou talento, algum tipo de aptidão. Mesmo se estás apenas no começo da vida adulta e profissional, com certeza tens algum talento desde quando eras jovem, mesmo tão jovem como quando andavas na escola primária. Sempre foste um bom escritor, gostavas de escrever, de falar para o grupo, líder da equipa de futebol, organizador, construtor, professor, amigo? Podes ter sido bom em ter ideias, ser original, bom a conectar outras pessoas, bom em jardinagem, bom vendedor? Dá algum tempo a este pensamento. Usa pelo menos 30 minutos, lembrando de pormenores acerca desta questão – muitas vezes esquecemo-nos de coisas que fazíamos bem. Pensa para trás, o tanto quanto possível, nos trabalhos, nos projectos, hobbies, etc. Alguma destas lembranças poderia ser a tua paixão. Ou se tens até várias coisas, inicia uma lista de potenciais candidatas.

2 . O que é que te excita? Pode ser alguma coisa no trabalho – uma pequena parte de seu trabalho que ficas animado. Pode ser algo que tu fazes fora do trabalho – um hobby, um outro tipo de trabalho, algo que fazes como voluntário ou como pai, ou com o teu cônjuge… Pode ser algo que já não fazes há algum tempo. Novamente pensa sobre isso durante 30 minutos, ou 15 pelo menos. Se tu não fizeres isso, provavelmente estás a enganar-te a ti mesmo. Adicione as respostas há tua lista.

3. Sobre o que é que lês? O que é que te faz passar horas a ler online? Que revistas ou livros estás ansioso(a) para ler? Que blogs segues? Qual secção da livraria a que costumas ir primeiro? Pode haver muitos tópicos aqui – adiciona-os à lista.

4. O que é que sonhas e não contas a ninguém? Podes ter algum trabalho de sonho ridículo que sempre quiseste fazer – ser um escritor, um artista, um designer, um arquiteto, um médico , um empresário, um programador… Mas algum medo, alguma dúvida, manteve a tua inércia em avançar, o que te levou a descartar esta ideia. Talvez existam vários. Adiciona-os à lista – não importa quão irrealista sejam.

5. Aprender, perguntar, tirar notas. OK, agora já tens uma lista. Escolhe uma das coisas da lista que te excita mais. Esta é a tua primeira candidata. Agora lê sobre ela, procura e fala com pessoas que já foram bem sucedidas nesse campo (por meio dos seus blogs, se os tiverem, ou e-mail, ou mesmo inscrevendo-te num dos seus Workshops e conhecendo pessoalmente). Faz uma lista de coisas que tu precisas aprender, precisas melhorar, as habilidades que desejas dominar, as competências a adquirir, as pessoas para conhecer. Estuda sobre isso mas não te faças esperar muito tempo antes de mergulhar na próxima etapa.

6. Experimenta, tenta. Aqui é onde a aprendizagem realmente ocorre. Se ainda não o fizeste, começa a fazer a coisa que tu escolheste. Se calhar já estás. Nesse caso, tu podes ser capaz de avançar para o próximo passo ou escolher um outro candidato para experimentar. Mas se ainda não o fizeste, começa agora – basta fazê-lo. Pode ser na privacidade da tua própria casa, mas tão rapidamente quanto possível, torna-a pública. Isso motiva-te a melhorar, a entender o feedback e a tua reputação irá melhorar à mesma medida que tu melhoras. Presta atenção em como tu te sentes a fazer isso – é algo em que tu olhas em frente, que tu ficas animado, que tu gostas de partilhar?

7. Resume a tua lista. Eu recomendo que escolhas 2 ou 3 coisas da tua lista, se ela for maior do que isso. Volta aos passos 5 e 6 e avança com eles. Isto pode levar meses ou até anos, ou talvez tu já aprendeste quase tudo sobre as tuas escolhas e já os tentaste. Então, neste momento aqui está o que tu te precisas perguntar a ti mesmo: qual é das coisas que fizeste que te sentiu mais animado(a) e/ou realizado(a)? Qual ou quais destas actividades podem produzir algo pelo qual as pessoas vão pagar ou ficar interessadas? Como é que te podes ver a ti mesmo a fazer daqui a X anos (mesmo não sendo uma carreira tradicional)? Escolhe um, ou dois no máximo, e foca-te nisso. Tu vais executar os próximos três passos de seguida: banir os teus medos, encontrar o tempo necessário e transformá-lo numa carreira, se possível. Se não der certo, tu podes sempre tentar a próxima coisa da tua lista – não é preciso ter nenhuma vergonha em tentar algo e falhares, porque isso vai-te ensinar lições valiosas que te vão ajudar a ser bem sucedido na próxima tentativa .

salto8. Banir os teus medos. Este é o maior obstáculo para a maioria das pessoas – a auto-dúvida e o medo do fracasso. Agora está na altura de enfrentá-los e eliminá-los. Em primeiro lugar, reconhece-os, em vez de os ignorar ou de os negar. Em segundo lugar, anota-o, para exterioriza-lo. Em terceiro lugar, sente-o, e ficar confortável com ele. Em quarto lugar, pergunta-te a ti mesmo: “Qual é a pior coisa que pode acontecer?” Normalmente não é catastrófico. Quinta, prepara-te para fazê-lo de qualquer das maneiras, e depois fá-lo. Dá pequenos passos de cada vez, tão pequenos quanto possível, e esquece-te sobre o que pode acontecer. Concentra-te no que realmente está a acontecer, agora. Em seguida, comemora o teu sucesso, não importa quão pequeno ele seja.

9. Encontra o tempo. Não tens tempo para perseguir a tua paixão? Faz o tempo, caramba! Se esta é uma prioridade, tu vais fazer o tempo todo – reorganiza a tua vida até que consigas ter o tempo todo que necessitas. Isso pode significar acordar mais cedo, ou fazê-lo depois do trabalho ou durante o almoço, ou nos fins de semana. Provavelmente vai significar o cancelamento de alguns compromissos. Simplifica o trabalho que tens ou faz o trabalho que tens com antecedência (por exemplo utilizando as férias). Faz o que for preciso!!!!

10. Como ganhar a vida a fazer isso? Ora isso não acontece de um dia para o outro, obviamente. Vai dar muito trabalho, algum sacrifício, tempo investido, noites perdidas talvez. O que precisas é fazer alguma coisa, ficar excelente nisso, ser apaixonado(a) por isso. É certo que pode levar meses ou anos mas se tu estiveres a divertir-te, isso é o mais importante. Quando chegares ao ponto em que alguém irá pagar por isso, então tu vales ouro. Há muitas maneiras de ganhar a vida neste momento, inclusive sendo freelancer ou consultor(a), produção de conteúdos de informação, como ebooks, escrever um blog e vender publicidade. Na verdade, eu recomendo que tu cries um blog, se ainda não tiveres – o blog irá ajudar-te a solidificar o teu pensamento, construir uma reputação, encontrar pessoas que estão interessadas no que tu fazes, demonstrar o teu conhecimento e paixão, e principalmente manter-te focado.

Eu disse que isso não seria fácil. Irá exigir muita reflexão e exame de consciência, em primeiro lugar, seguido de muita coragem, de aprendizagem e experimentação, e, finalmente, montes de compromisso.

Mas tudo vale a pena – a cada segundo, cada grama de coragem e esforço. Porque no final, vais ter algo que irá transformar a tua vida de tantas maneiras, que te dará motivos para saltar da cama. E de certeza que te irá fazer feliz, não importa quanto dinheiro ganhes.

Espero que te tenha inspirado a seguir este guia e encontrar o sucesso, porque aquilo que eu te desejo é que encontres a tua verdadeira Paixão.

Se achares interessante e quiseres aprofundar mais em ti esta questão podes ler mais no meu eBook  gratuito “Como ganhar a vida através da tua paixão”, disponível no Slideshare… Boas leituras!

Alcino Rodrigues

Anúncios

Um pensamento em “Como descobrir a tua paixão”

Deixar um comentário

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s